Denúncias
Cadastro
Entrar

PROJETO CRIA ESCOLA SEM PARTIDO

Publicado em 15/08/2017

Projeto cria Programa Escola sem Partido na rede municipal de ensino

 

O vereador Oséias Varão, PSD, apresentou na sessão de hoje (15) da Câmara um projeto de lei que institui no sistema municipal de ensino o chamado "Programa Escola Sem Partido".

A apresentação do projeto faz parte de uma iniciativa do Movimento Brasil Livre (MBL), que lançou hoje, em todo País, a "Marcha pela Escola Sem Partido¨. 104 municípios iriam participar da mobilização.

Oséias justificou sua propositura: "Menos doutrinação e mais educação. Contra o uso político, ideológico e partidário do sistema educacional", defendeu.

Oséias Varão, na proposta, enumera uma série de exigências, que ele considera como princípios, como, por exemplo: dignidade da pessoa, neutralidade política, ideológica e religiosa do Estado, pluralismo de ideias, liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, arte e o saber, bem como liberdade de consciência e de crença. ¨O professor, conforme o Programa Escola sem Partido não poderá  durante as aulas promover os seus próprios interesses, opiniões, concepções ou preferências ideológicas, religiosas, morais, políticas e partidárias, bem como não fará propaganda político-partidária ,nem incitará seus alunos a participar de manifestações, atos públicas e passeatas¨ , declarou Oséias Varão.

O projeto foi criticado pela vereadora Tatiana Lemos, PC do B,  que fez restrições e críticas.¨O projeto de Oséias é uma herança da ditadura militar de 64. Uma proposta conversadora. Nas escolas, o jovem é capaz de diferenciar, pensar e escolher sua opção cultural, política ou artística. É um local de debates de ideias. Só assim se chega à democracia. Chega de reacionarismo", declarou Tatiana. 


Comentários


Nome:
E-mail:


Caracteres digitados: 
Caracteres restantes:

Código de validação:código captcha